Nesse artigo iremos aprender:

o que é marketing digital

O que é Marketing Digital?

O marketing digital é um termo amplo para todas as suas ações de marketing online. As empresas utilizam canais digitais como a pesquisa do Google, as redes sociais, o e-mail e seus sites para se conectar com seus clientes atuais e potenciais.

A realidade é que as pessoas permanecem duas vezes mais tempo online do que costumavam fazer há 12 anos, e enquanto dizemos muito, a maneira como as pessoas compram realmente mudou, o que significa que o marketing offline não é tão eficaz como costumava ser.

O marketing tem como objetivo a conexão com o seu público-alvo no lugar certo e no momento certo. Hoje, isso significa que você precisa encontrá-los onde eles estão a maior parte do tempo: na internet.

ENTÃO O QUE É O MARKETING DIGITAL EXATAMENTE? 

Do seu site até suas ferramentas de branding online – publicidade digital, e-mail marketing, landing page, squeeze page etc – há uma enorme quantidade de ações inseridas dentro do marketing digital. E os profissionais mais experientes em estratégias digitais têm uma imagem clara de como cada ferramenta ou tática funciona e como ela pode ajudar seus objetivos.

Aqui está um breve resumo de alguns das ferramentas mais comuns:

  • Site
  • Blog
  • Ebooks e whitepapers
  • Infográficos
  • Email Marketing
  • Redes Sociais (Facebook, LinkedIn, Twitter, Instagram, etc.)
  • Link Building
  • Landing page 
  • Squeeze page
  • Infográficos
  • Branding (logotipos, banners, etc.)
  • Webinars

MELHORES ESTRATÉGIAS DE MARKETING DIGITAL 

O marketing digital abrange todos os esforços de marketing que usam um dispositivo eletrônico ou internet. As empresas utilizam canais digitais, como mecanismos de pesquisa, mídia social, e-mail e outros sites, para se conectar com clientes atuais e potenciais.

Apesar de ter as ferramentas à disposição para usar, você precisa ter foco. Estar em todos os canais, não significa que você está sendo visto, nem que está atingindo o público certo que você precisa para alavancar a sua empresa. 

Por isso que batemos sempre na mesma tecla, de como as estratégias de marketing digital são importantes para trazer resultados. O momento do planejamento é importante, assim como o do monitoramento do que já foi feito.

Vamos por partes. Antes de começar a falar sobre planejamento, vale a pena ver quais as ferramentas que existem e podem te ajudar. Separamos as principais abaixo. Confira!

Search Engine Optimization (SEO) 

O SEO, nada mais é, do que o processo de otimização do seu site para que ele apareça na primeira página do Google ou outros mecanismos de busca. Essa é uma forma de aumentar o tráfego (visitas) do seu site de forma orgânica, ou seja, sem gastar nada por isso. 

Marketing de Conteúdo 

É a criação e promoção de conteúdo com o objetivo de gerar reconhecimento da marca, aumento de acessos ao seu site, geração de leads. O marketing de conteúdo é uma estratégia que anda de mãos dadas com o SEO e é indispensável para trazer mais resultados a longo prazo. 

Inbound Marketing

O Inbound marketing é uma estratégia para atrair, converter, fechar e encantar clientes usando conteúdo online. Não é utilizado apenas uma ação no inbound marketing, mas sim um conjunto de ações de marketing digital que quando combinadas trazem mais resultado para a sua empresa. É uma tática que acompanha o funil de vendas. 

Redes Sociais

Trata-se da prática de promover sua marca e seu conteúdo em canais de mídia social para aumentar o reconhecimento da sua marca, direcionar o tráfego, gerar leads para seu negócio e aumentar o engajamento.

Google Ads 

Ferramenta paga do Google para aumentar o tráfego para o seu site pagando por cliques no anúncio. É uma forma mais rápida e direta de ganhar visibilidade online e aumentar suas chances de conversão (vendas). Aprenda como anunciar no Google, neste artigo.

google ads

Marketing Afiliado

É um tipo de publicidade baseado em desempenho onde você recebe comissão para promover os produtos ou serviços de outra pessoa em seu site.

Automação de Marketing 

Software que existe com o objetivo de automatizar ações de marketing. Muitos departamentos de marketing têm de automatizar tarefas repetitivas, como e-mails marketing, mídias sociais e outras ações para aumentar produtividade e economizar tempo gasto em tarefas manuais.

E-mail Marketing

As empresas usam o e-mail marketing como uma forma de se comunicar com seus clientes. O e-mail é usado frequentemente para promover descontos, eventos, divulgar informações relevantes, dicas, conteúdos do blog e gerar tráfego para o website.

email marketing mailchimp

QUAL É A DIFERENÇA ENTRE MARKETING DIGITAL E INBOUND MARKETING? 

Aparentemente, os dois parecem semelhantes: ambos ocorrem principalmente online, e ambos se concentram na criação de conteúdo digital para as pessoas consumirem. Então, qual é a diferença?

O termo “marketing digital” não diferencia as táticas de marketing “inbound” e “outbound”. Ambas cabem dentro do termo marketing digital.

As táticas de outbound visam colocar uma mensagem de marketing na frente do máximo de pessoas que for possível alcançar no espaço online – independentemente da relevância disso para aquele público. Por exemplo, os anúncios de banner chamativos que você vê na parte superior de muitos sites falando de um produto ou promoção para pessoas que não estão, necessariamente, prontas para ler aquilo.

Já o inbound marketing utiliza conteúdo online para atrair seu público-alvo (personas) em seus sites, fornecendo recursos que são úteis para eles. Uma ferramenta simples, porém, extremamente valiosa do inbound marketing é um blog, que permite que seu site incorpore as palavras-chave que seus clientes foco estão procurando.

Portanto, o inbound marketing é uma metodologia que usa ferramentas de marketing digital para atrair, converter e encantar os clientes. O marketing digital, por outro lado, é simplesmente um termo genérico para descrever as táticas de marketing online de qualquer tipo, independentemente de serem consideradas in ou out.

O MARKETING DIGITAL FUNCIONA PARA TODAS AS EMPRESAS? 

O marketing digital funciona para qualquer negócio em qualquer indústria. Independentemente do que sua empresa vende, o marketing digital ainda envolve a construção de personas para identificar as necessidades do seu público e criar conteúdo online valioso. No entanto, isso não quer dizer que todas as empresas devem implementar uma estratégia de marketing digital da mesma maneira.

Empresas B2B 

Se a sua empresa for B2B, seus esforços de marketing digital provavelmente serão centrados na geração de leads online, com o objetivo final de alguém falar com um vendedor. Por essa razão, o papel da sua estratégia de marketing é atrair e converter leads de alta qualidade para seus vendedores através de seu site e suporte a canais digitais.

Além de seu site, você provavelmente vai optar por concentrar seus esforços em canais de negócios focados como o LinkedIn.

Empresas B2C

Se sua empresa é B2C, dependendo do preço de seus produtos, é provável que o objetivo de seus esforços de marketing digital seja atrair pessoas para o seu site e torná-los clientes sem nunca precisar falar com um vendedor.

Por essa razão, você provavelmente está menos inclinado a se concentrar em “leads” no sentido tradicional e mais propenso a se concentrar na construção de uma jornada de compra acelerada, desde o momento em que alguém chega em seu site, até o momento em que eles fazem uma compra .

Para as empresas B2C, canais como Instagram e Pinterest muitas vezes podem ser mais valiosos do que plataformas focadas em negócios como o LinkedIn.

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DO MARKETING DIGITAL?

beneficios-do-marketing-digital

Ao contrário da maioria das ações de marketing offline, o marketing digital permite que os comerciantes vejam resultados preciosos em tempo real. Se você já colocou um anúncio em um jornal ou trabalhou com assessoria de imprensa, você vai saber o quão difícil é estimar quantas pessoas realmente viram essa página e prestaram atenção no seu anúncio ou informação.  

No marketing digital, diferentemente, existe uma maneira melhor de precisar o ROI (retorno sobre investimento). Assim, fica mais fácil para você monitorar e saber o que funcionou, o que gerou vendas, engajamento, interação, views, etc. 

Aqui estão alguns exemplos:

Tráfego do site

Com o marketing digital, você pode ver o número exato de pessoas que acessaram a Home do seu site em tempo real usando a ferramenta do Google Analytics. Você também pode ver quantas páginas eles visitaram, qual dispositivo eles estavam usando e de que região vieram, entre outros dados valiosos, como pode ver abaixo:

relatório Analytics

Esses dados ajudam você a priorizar os canais de marketing corretamente, com base no número de pessoas que os canais estão trazendo para o seu site. Por exemplo, se apenas 10% do seu tráfego é proveniente de pesquisa orgânica, você sabe que você provavelmente precisa investir mais em SEO para aumentar essa porcentagem.

Com o marketing offline, é muito difícil dizer como as pessoas estão interagindo com sua marca antes que eles tenham uma interação com um vendedor ou fazer uma compra. 

Com o marketing digital, você pode identificar tendências e padrões no comportamento das pessoas antes que elas cheguem ao estágio final na jornada de compra, o que significa que você pode tomar decisões mais precisas sobre como atrair as pessoas para o seu site.

Desempenho de conteúdo e geração de leads 

Imagine que você criou um folheto de um produto e enviou para as pessoas através dos Correios. Apesar de ser uma forma de conteúdo, trata-se de uma estratégia offline. Com isso, você não tem ideia de quantas pessoas receberam, abriram e leram seu informativo e quantas simplesmente jogaram no lixo. 

Agora imagine que você tenha o mesmo folheto, só que em formato digital publicado em seu site. Você pode medir exatamente quantas pessoas acessaram a página onde ela está hospedada e você pode coletar os detalhes de contato daqueles que fizerem o download através de formulários. Você também pode mensurar quantas pessoas estão envolvidas com o seu conteúdo, e poderá gerar leads de qualidade.

PLANEJAMENTO DE MARKETING DIGITAL E MENSURAÇÃO: 5 PASSOS 

Uma estratégia digital integrada fornecerá a base para todas as principais atividades de marketing digital. Veja um breve descritivo abaixo!

Planejar – use uma abordagem orientada a dados para revisar sua eficácia atual de marketing digital, personalizar análises, configurar painéis de KPI para criar uma estratégia de melhorias estimadas na maneira como você implanta mídia, tecnologia e dados de marketing digital para aumentar leads e vendas

Alcance – crie conhecimento usando técnicas de marketing on-line que direcionarão as visitas ao seu site.

Agir – incentive interações em seu site ou mídia social para ajudar você a gerar leads para o futuro

Converter – use redirecionamento, gatilhos e otimização da taxa de conversão para lembrar e convencer seu público a comprar online ou offline.

Envolver-se – Aumente as vendas dos clientes existentes, melhorando as comunicações personalizadas usando web, email e marketing de mídia social.

Etapa 1: Análise e diagnóstico 

A primeira coisa que você precisa fazer ao desenvolver seu plano de marketing digital é realizar uma análise interna e externa da empresa. Uma estrutura útil para isso é a análise SWOT que permite analisar os pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças da sua empresa e do mercado em geral.

matriz-swot

Precisamos estar familiarizados com o macro e micro mercado em que operamos, quais são as necessidades de nossos clientes e onde elas são atendidas. Essa análise deve ter caráter qualitativo e quantitativo.

A implementação de técnicas de benchmarking que visam identificar as melhores práticas digitais e histórias de sucesso e aplicá-las aos negócios é uma parte que vem se tornando indispensável na estratégia das empresas.

Também precisamos realizar um estudo interno para saber como é a situação de nossa empresa na era digital: nosso site atende as necessidades do cliente? Como é a experiência de usabilidade e navegação? Atualizamos nosso blog periodicamente? Qual é o posicionamento atual do nosso site? E qual é a nossa presença nas mídias sociais?

Etapa 2: Estabeleça Metas de Marketing Digital

Depois de ter em mente o seu lugar no mercado e seus pontos fortes, trabalhe no estabelecimento de algumas metas para ter uma ideia clara de onde suas ações devem levá-lo. Tudo o que você planeja deve ter foco em atingir esses objetivos.

 Você pode trabalhar no desenvolvimento desta parte do seu plano de marketing digital com a estrutura de metas em mente: objetivos específicos, mensuráveis, atingíveis, relevantes e oportunos.

Aqui está um exemplo:

Não é um objetivo mensurável: “Quero aumentar o número de visitas no meu site”.

Objetivo mensurável: “Quero alcançar 20.000 visitas por mês no meu site todos os meses em três meses. Para fazer isso, eu vou fazer X, Y e Z. ”

Etapa 3: Defina a estratégia de marketing 

Depois de definir seus objetivos de negócios, o que você fará para alcançá-los? A personalização está se tornando cada vez mais importante no marketing digital. Portanto, quando se trata de definir sua estratégia para executar seu plano, lembre-se destes fatores:

Segmentando seu público-alvo 

Saiba quem você deseja abordar, quais são seus gostos, necessidades ou preferências, onde você procura atender às expectativas deles etc. É o momento de criar a sua persona ou buyer persona.

Posicionamento 

Para alcançar um posicionamento adequado, é crucial que você seja muito claro (e alcance seu público da mesma maneira). Saiba qual é exatamente a sua proposta de valor e no que ela implica. Em resumo, é por isso que o consumidor deve escolher você e não a concorrência. Você precisa saber como vai comunicar sua proposta de valor exclusiva e como fazê-lo adequadamente nos canais em que seu público está presente (mídias sociais, blogs, email marketing e muito outros).

Estratégia de conteúdo 

Isso é importante para criar, distribuir e gerenciar o conteúdo original que atrai os usuários e posiciona a marca como referência na mente dos usuários. Além disso, você também precisa mapear um plano de comunicação específico (marketing de conteúdo) para cada canal. Algumas das ferramentas que usamos para executar esta estratégia são:

Pesquisa de palavras-chave: envolve a identificação de palavras-chave apropriadas para que possamos usar corretamente em nosso conteúdo para melhorar organicamente nosso posicionamento em SEO. Isso é imperativo para todas as estratégias de conteúdo, se você deseja que os usuários te encontrem nos mecanismos de pesquisa. Abaixo está a pesquisa feita no SEM RUSH:

relatório sem rush

Calendário de conteúdo: um calendário de conteúdo é essencial para garantir que sua estratégia faça sentido. Fornece valor; permite pensar a longo prazo e otimizar seus recursos, ajudar a criar ideias e muito mais. Em um calendário de conteúdo, você deve incluir a data da publicação, autor, tópico da postagem, palavra-chave, as tags a serem usadas / levadas em consideração e assim por diante.

Postagem em redes sociais: escrever um artigo e não promovê-lo nas mídias sociais é um erro. Não é spam, mas sim planejar o que você vai publicar e quando em todas as plataformas de mídia social, com as copys mais adequadas para cada uma, sempre com o número ideal de caracteres, links, hashtags, etc.

Você também deve considerar:

·         Como é o seu público.

·         Quais temas falar.

·         Que tom você vai usar.

·         Com que frequência você publicará.

Etapa 4: Crie estratégias e táticas digitais 

Com base em nossos objetivos (atração, conversão e fidelização), começaremos a executar estratégias diferentes: campanhas de email marketing, mídia social, CRM, estratégias de SEO, publicidade em mídia paga, etc.

Hoje, considerando que o número de canais para gerenciar está se multiplicando e a quantidade de informações que obtemos sobre nossos clientes está aumentando, é fundamental usarmos ferramentas de automação de marketing que permitem automatizar suas campanhas de marketing.

Graças a essas táticas, você poderá desenvolver fluxos de trabalho que permitirão criar centenas de campanhas apenas com alguns cliques. Você poderá personalizar as mensagens com base na personalidade do comprador, aumentando suas chances de sucesso; além disso, você poderá levá-los, dependendo das interações com a marca, até o momento final da jornada de compra.

A tecnologia se transformou em uma ferramenta fundamental para a implementação de estratégias digitais, tornando essencial que você aprenda a tirar o máximo proveito dela.

Etapa 5: Monitore Resultados e KPIs 

O trabalho não para depois que você cria e implementa sua estratégia de marketing digital. O próximo passo é um dos mais importantes: analisar os resultados. O Google Analytics se tornou um pilar crítico para otimizar com êxito o desempenho e os gastos de marketing digital.

Temos que medir todas as ações usando KPIs para descobrir se obtiveram o ROI esperado. Medir a eficácia das estratégias e atividades que implementamos em nosso marketing digital nos ajudará a corrigir o que não funcionou para alcançar as metas que estabelecemos.

Verifique se você possui um sistema eficaz de acompanhamento de dados em tempo real. O mundo digital evolui rapidamente, então você precisa estar sempre atento para identificar oportunidades novas.

kpis mídias sociais

Lembre-se dessas etapas ao criar seu plano de marketing digital e não deixe nada ao acaso, as novas ferramentas disponíveis permitem simplificar seu trabalho e aumentar seu desempenho.

QUE TIPO DE CONTEÚDO DEVO CRIAR? 

O tipo de conteúdo que você cria depende das necessidades de seu público em diferentes etapas da jornada de compra. Você deve começar criando buyer personas para identificar quais são os objetivos e desafios do seu público em relação ao seu negócio. Em um nível básico, seu conteúdo online deve visar ajudá-los a atingir esses objetivos e superar seus desafios.

Em seguida, você precisará pensar quando eles estão mais propensos a consumir este conteúdo em relação ao estágio em que estão na jornada de compra, isso se chama mapeamento de conteúdo

Com o mapeamento de conteúdo, o objetivo é segmentar o conteúdo de acordo com:

  • As características da pessoa que vai consumi-lo (que é onde a persona-compradora entra).
  • O quão perto essa pessoa está de realizar uma compra.

Estágio 1: Reconhecimento da marca 

Postagens no blog: Ideal para aumentar seu tráfego orgânico quando combinado com uma forte estratégia de SEO e palavras-chave.

Infográficos: Muito usado para compartilhamento, o que significa que aumentam suas chances de ser encontrado nas mídias sociais quando outras pessoas compartilham seu conteúdo. 

Vídeos curtos: Novamente, eles são muito compartilhados ​​e podem ajudar sua marca a ser descoberta por novos públicos, hospedando-os em plataformas como o YouTube.

Estágio 2: Consideração de compra

Ebooks: Indicado para geração de leads, pois geralmente é mais abrangente do que um post ou infográfico, o que significa que é mais provável que alguém troque suas informações de contato para recebê-las.

Relatórios de pesquisa: Este é um conteúdo de alto valor, ótimo para geração de leads. Relatórios de pesquisa e novos dados para o seu setor também podem funcionar para o estágio de reconhecimento, já que eles são frequentemente captados pela mídia ou pela imprensa do setor.

Webinars: Por serem uma forma interativa e mais detalhada de conteúdo de vídeo, os seminários on-line são um formato de conteúdo eficaz para essa etapa, pois oferecem conteúdo mais abrangente do que uma postagem no blog ou um vídeo curto.

Estágio 3: Fase do fechamento 

Estudos de caso: Ter estudos de caso detalhados em seu site pode ser uma forma eficaz de conteúdo para aqueles que estão prontos para tomar uma decisão de compra, pois ajuda a influenciar positivamente a decisão deles.

Depoimentos: Se os estudos de caso não forem adequados para o seu negócio, ter depoimentos curtos no site é uma boa alternativa. Para as marcas B2C, pense nos depoimentos um pouco mais genéricos. Se você é uma marca de roupas, divulgue pessoas vestindo uma camiseta ou um vestido com a hashtag da sua marca, assim você gera também engajamento.

QUANTO DE ORÇAMENTO PRECISO PARA INVESTIR EM MARKETING DIGITAL? 

orcamento-marketing

Assim como tudo na vida, depende de quais ferramentas de marketing digital você deseja incorporar à sua estratégia.

Se você está focado em técnicas de inbound marketing como SEO, mídia social e criação de conteúdo para um site já existente, a boa notícia é que você não precisa de muito orçamento. Com o inbound marketing, você precisa criar conteúdo de alta qualidade para que seu público-alvo consuma. Você pode fazer você mesmo investindo tempo e pesquisas ou terceirizar o trabalho com alguma agência especializada.

Se você pretende utilizar o outbound marketing, como publicidade on-line e compra de listas de e-mail, o investimento será um pouco maior. O custo se resume ao tipo de visibilidade que você deseja receber como resultado da publicidade.

Por exemplo, para implementar o Google AdWords, você dá um lance e disputa com outras empresas do seu setor para aparecer na parte superior dos resultados de pesquisa do Google para palavras-chave associadas à sua empresa. 

Dependendo da competitividade da palavra-chave, isso pode ser razoavelmente acessível ou extremamente caro, e é por isso que é uma boa ideia usar estratégias orgânicas também paralelamente. 

Conclusão – Por onde começar? 

mkt digital

Se você já leu todo nosso artigo e conseguiu entender como funciona. Agora é hora de colocar em prática. Conforme listamos, tudo começa pelo planejamento de marketing digital. Ao levantar as informações necessárias e descobrir os canais e ferramentas mais indicadas para uso basta se organizar.

Se você não tem tempo para se dedicar a isso, pois realmente exige muito tempo e esforço, considere contratar uma empresa que trabalhe 100% pelos resultados que você procura.  Uma agência de marketing digital Campinas como a nossa, com profissionais especializados nessa área podem te direcionar rumo ao sucesso.

Outros artigos de interesse:

O artigo foi útil para você? Deixe sua dúvida ou considerações abaixo nos comentários! Se gostou do artigo, compartilhe nas redes sociais!

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

5/5 (2 Reviews)