Nesse artigo iremos aprender:

Como criar email marketing para se relacionar com seus potenciais clientes e envolvê-los no seu negócio?

Empresas têm uma dificuldade quase que diária de atrair, envolver, nutrir e, finalmente, converter leads através do e-mail. Realmente não é fácil criar uma campanha de marketing por e-mail, mas quando bem feita pode trazer EXCELENTES RESULTADOS e por um custo muito baixo.

Se você estiver tentando aprender a criar uma campanha de marketing por e-mail, essas 7 etapas o ajudarão a começar com o pé direito, mas antes disso vamos ver alguns dados interessantes.  

Dados importantes

De acordo com o HubSpot, 99% das pessoas checam seus e-mails pelo menos uma vez por dia. Isso significa que você tem uma boa chance do seu possível cliente ou cliente já fidelizado ler sua mensagem quando ela for recebida (desde que não seja direcionada para a caixa de spam).

O CampaignMonitor reforça essa informação: mais de 50% dos participantes da pesquisa verificam sua conta de e-mail pessoal mais de 10 vezes por dia e é a forma preferida de receberem as atualizações das marcas.

Por fim, os profissionais de marketing que usam campanhas segmentadas observam um aumento de 760% na receita (dados de 2019 da Campaign Monitor).

Etapa 1: defina seus objetivos

Se você deseja que sua campanha seja bem-sucedida, é necessário parar e pensar no que você está tentando alcançar exatamente.

Se seu site ganha dinheiro com impressões de anúncios, você provavelmente quer obter mais tráfego. Seus e-mails provavelmente conterão links para conteúdos-chave ou recentes em seu site.

Se você vende produtos em uma loja virtual, pode estar tentando aumentar as vendas. Nesse caso, seus e-mails podem ter links para produtos mais vendidos, divulgar os novos produtos ou ainda oferecer cupons para grupos de clientes que sempre compram.

Se você deseja chamar a atenção para uma causa, envie um boletim com histórias que sensibilizam, eventos atuais, detalhes sobre atividades ou solicitações de doações.

Etapa 2: escolha uma plataforma de marketing por e-mail

Se suas necessidades de marketing por e-mail forem bastante simples, é possível que o seu CRM forneça recursos de marketing por e-mail que atendam às suas necessidades. 

No entanto, se você deseja criar campanhas de marketing por e-mail autossustentáveis ​​com acionadores e respondedores automáticos de e-mail, provavelmente desejará um provedor de serviços mais robusto.

Aqui estão alguns mais conhecidos:

MailChimp – O MailChimp permite enviar e-mails automatizados e direcionados, acompanhar métricas de desempenho, criar modelos com uma interface de arrastar e soltar e incorporar campanhas publicitárias em mídias sociais. Ele também se integra às principais plataformas de comércio eletrônico. O MailChimp possui uma versão gratuita e outras pagas com planos a partir de US$ 10/mês.

Mailify Mailify Sunrise é a versão mais recente da plataforma de marketing por e-mail e automação de marketing. Esta versão traz novos recursos, como a possibilidade de criar formulários on-line vinculados às suas listas de contatos ou de criar e enviar facilmente marketing por SMS. O Mailify também oferece uma ampla variedade de modelos totalmente responsivos para você escolher. Com uma interface intuitiva, você pode criar facilmente e-mails e páginas de entrada que refletem seu estilo. O aplicativo também é integrado ao Magento, Prestashop e WordPress.

GetResponse – A GetResponse oferece marketing por email, páginas de destino personalizadas e marketing de webinar com soluções personalizadas para diferentes setores. Ele se integra às plataformas populares de comércio eletrônico e suas escalas de automação de marketing para empresas em crescimento. Seu pacote básico de marketing por email começa em US $15 / mês, cobrado mensalmente, com descontos disponíveis para planos anuais e semestrais.

Outras opções são o Constant Contact, a Active Campaign e o Campaign Monitor. Veja qual atende melhor suas necessidades e o orçamento disponível para investimento.  

Etapa 3: criar e segmentar uma lista de email

A maioria dos empresários que conheço prefere fazer as coisas da maneira mais eficiente possível. A partir dessa perspectiva, pode-se imaginar que comprar uma lista de clientes em potencial pré-selecionados de uma empresa de mailing seria mais rápido do que criar sua própria lista por meio de um formulário de inscrição no seu site.

Porém, essa lista é menos qualificada e, portanto, tem menos chance de converter. Além disso, ainda existe o risco de receber alguma punição por enviar e-mails para um usuário que não autorizou ou não se cadastrou para receber seus informativos.

Crie sua própria lista adicionando uma ferramenta de captação de e-mails no seu site. Peça que a pessoa se inscreva e adicione o contato de e-mail para receber suas notícias e promoções por e-mail.

Uma lista de e-mail personalizada leva mais tempo para ser desenvolvida e nutrida. No entanto, ela será muito mais eficaz em termos de ROI (retorno sobre o investimento) e trará mais crescimento a longo prazo. 

Dê ao seu público muitas oportunidades de assinar seus e-mails adicionando um formulário em locais diferentes do seu site. Pode ser nos artigos do blog, um pop up em páginas específicas de produto, etc. 

Limite o volume de dados que você coleta antecipadamente (o primeiro nome e o endereço de e-mail são suficientes para começar). Em outras palavras, facilite para eles. Quanto menos campos para preencher, mais fácil será obter os contatos. 

Ideias para reunir contatos

Conta de e-mail – Naturalmente, o primeiro lugar que você pode olhar são suas contas de e-mail atuais e anteriores. As contas de Webmail, em particular, facilitam a exportação de seus contatos, geralmente no formato CSV.

CRM – Se você usa um CRM terá várias informações de contato aqui. Se é um CRM bastante conhecido, há uma boa chance de seu provedor de serviços de email marketing já se integrar a ele. Caso contrário, você pode exportar seus contatos em um arquivo CSV.

Sistema de gerenciamento de contatos – os aplicativos de gerenciamento de contatos podem sincronizar com seu e-mail, telefone e mídia social, para que você possa obter a maioria dos seus contatos de uma só vez. 

Plataforma de comércio eletrônico – Verifique sua loja online. Diferentes plataformas têm métodos diferentes para exportar clientes: dependendo da solução, você poderá exportar os pedidos de compra, os endereços de e-mail e outras informações relevantes. Verifique se sua solução se integra à sua plataforma de comércio eletrônico. 

Segmente sua lista de e-mails

Uma etapa super importante quando falamos em criar e-mail marketing é a segmentação da sua lista de e-mails. Ela deve permitir o envio de e-mails altamente segmentados para pessoas com base em seus interesses ou critérios demográficos. 

Dependendo do seu produto ou serviço, existem vários dados que você pode considerar ao segmentar suas personas. Eles incluem:

Geografia – a localização física de seus destinatários por país, região, estado ou cidade. Isso pode ajudá-lo a personalizar o conteúdo específico para determinados locais ou diferenças de fuso horário.

Informações demográficas – Os critérios demográficos incluem idade, gênero, idioma, histórico, cargo ou qualquer outro dado específico de um indivíduo.

Compras anteriores – Isso é útil principalmente para varejistas de comércio eletrônico. Essa informação pode ajudar a criar um conteúdo dinâmico e personalizar promoções de acordo com os interesses dos destinatários.

Valor gasto – isso é útil para incentivar os clientes a comprarem mais até obter mais benefícios ou recompensar clientes fieis com um desconto.

Posição no funil de vendas – O carrinho de compras abandonado é o exemplo mais conhecido. No entanto, você pode enviar e-mails personalizados para qualquer estágio da jornada do comprador para empurrá-los através do funil.

Tempo desde a última compra – reconquiste clientes antigos antes que fiquem frios. Ofereça-lhes incentivos para retornar anunciando novos produtos.

Engajamento por e-mail – os clientes que optam por receber e-mails não mais do que, digamos, duas vezes por mês podem ter boletins quinzenais abreviados enviados para suas caixas de entrada com os principais tópicos desse período. 

Etapa 4: crie uma campanha e e-mail

Criar uma campanha é mais fácil do que criar email marketing. Se você tiver uma plataforma de marketing por e-mail basta acessar a aba “campanhas”; clicar no botão “Criar campanha” ou algo parecido.

Dependendo do seu provedor, você terá uma série de etapas entre esse ponto e o envio do e-mail. Pode ser necessário escolher destinatários ou uma opção de segmentação. Em algum momento, você precisará escolher o modelo do e-mail, e nessa hora você pode deixar sua criatividade fluir. 

Neste momento, você terá que: 

Criar o cabeçalho

Seu cabeçalho é onde você coloca as informações que as pessoas veem quando recebem o e-mail na caixa de entrada. Embora o cabeçalho contenha a menor quantidade de conteúdo, ele pode ser o mais importante de todos, pois se ele for realmente interessante, é isso que fará as pessoas clicarem e abrirem seu e-mail. Seu cabeçalho consiste em três partes:

1. Nome do remetente – as pessoas respondem melhor quando os e-mails vêm de uma conta personalizada. Em vez de usar o nome da empresa, que é impessoal, use um nome vinculado ao remetente.

2. Assunto – Seu assunto precisa de um gatilho. Deve ser curto, pessoal e orientado para a ação. Obviamente, a natureza específica dependerá dos seus objetivos e da natureza do seu e-mail: você está enviando uma oferta promocional? Pense em algo do tipo: 

 “[Nome], obtenha seu código promocional com 15% de desconto!” 

3. Pré-cabeçalho – o pré-cabeçalho é o resumo do texto que aparece abaixo do assunto na visualização da caixa de entrada. Você pode enxergá-lo como uma extensão do assunto ou incluir uma frase chamativa. No entanto, lembre-se de que diferentes dispositivos móveis e clientes de e-mail permitem limites de texto diferentes para os cabeçalhos.

 Preencha o corpo do e-mail

Conseguir que seus destinatários de e-mail abram o e-mail é a primeira dificuldade, mas não termina aí. O próximo passo é fazer com que eles cliquem em um dos links da sua página. Você precisará de uma apresentação visual e textual que conversem entre si. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo:

Converse com seus inscritos: Fale com eles de forma pessoal, resolva os pontos problemáticos, mostre a eles autenticidade. Seus assinantes recebem dezenas de e-mails todos os dias, por isso, não exagere em texto. As pessoas passam muito pouco tempo lendo e-mails. Por isso, ele deve ser curto, claro, simples e direto. Veja um exemplo:

Inclua recursos visuais: Uma imagem vale mais do que mil palavras. Coloque uma imagem de banner na parte superior e outras menores ao longo do corpo do texto e lembre-se que a imagem deve ter ótima resolução. 

Formate e-mails para facilitar a leitura: Isso depende dos seus leitores. Se você está escrevendo sobre um tópico especializado, seus leitores provavelmente estão mais dispostos a ler um parágrafo mais completo. Mas, a maioria das pessoas não. Divida os parágrafos em linhas de texto; se o e-mail parecer muito longo, reduza o texto.

Mantenha seu design consistente. Não mude de modelo no meio da campanha. Algumas variações criativas são aceitáveis, mas seus destinatários devem saber o que esperar. Use uma mesma identidade visual para não confundir seus leitores. 

Inclua os CTAs: Não coloque apenas seu CTA na parte inferior do seu e-mail. Garanta que seus leitores tenham várias opções para clicar. Cuidado para não parecer agressivo nos CTA.

Complete o rodapé

Termine seu e-mail da maneira certa. O rodapé é onde você coloca outros canais para seu público se envolver com seu conteúdo. Aqui estão três coisas que você definitivamente deve incluir no rodapé:

1. Informações de contato – você precisará incluir o endereço físico da sua empresa

2. Links de mídia social – adicione botões com links para as contas da sua empresa no Twitter, Facebook, Pinterest, Instagram e qualquer outra rede social que você usar.

3. Links para cancelar a inscrição – isso é necessário para cumprir as leis anti-spam, mas não olhe para os cancelamentos de maneira tão negativa! Ele também pode ser um qualificador que ajuda a otimizar o conteúdo e falar diretamente para quem se interessa pela sua empresa.

Como aqui:

Etapa 5: Ative o autoresponder

Um autoresponder é um programa que automatiza o envio de e-mails. Os e-mails podem ser acionados por ações específicas ou cronometrados para liberação regular. 

Os respondedores automáticos são usados ​​no e-mail marketing para nutrir leads, criar confiança, confirmar que os dados foram recebidos e transmitir informações úteis sobre produtos, serviços ou promoções.

Você provavelmente receberá e-mails via resposta automática ao se inscrever para uma assinatura de e-mail, comprar itens on-line, solicitar atendimento ao cliente ou baixar um e-book. 

De fato, qualquer empresa com uma presença digital robusta provavelmente usa um autoresponder simplesmente porque é uma econômica de enviar conteúdo relevante para diferentes clientes em vários estágios da jornada.

Etapa 6: ative o rastreamento

Estamos quase terminando! O rastreamento é super importante após criar email marketing. Seus e-mails agora estão configurados para serem enviados responsivamente e no ritmo da sua escolha. 

Como você melhora o engajamento e aumenta as conversões por e-mail? Com o rastreador de e-mail.

Acompanhar e obter análises de desempenho é como otimizar campanhas de e-mail com base no que funciona.

As possibilidades são quase infinitas, e você pode adaptar o assunto, texto de cabeçalho, modelos de e-mail, design de conteúdo, CTAs, através de testes A/B ao longo do tempo. 

Confira algumas métricas de email marketing para te ajudar nessas análises. 

Etapa 7: Enviar

Parabéns! Você acaba de criar email marketing com sucesso. Agora é hora de enviar seus e-mails. 

Você pode ter excelentes resultados logo de início ou ter pouco retorno, mas não desanime ou se frustre na primeira tentativa. Aprendemos mais com nossas falhas do que com nossos sucessos. 

Segmente suas listas, estude o desempenho da campanha, faça alterações, teste seus e-mails com diferentes formatos até chegar em um modelo que funcione pra você e para o seu público. 

Para mais dicas úteis de como criar email marketing clique aqui.

O artigo trouxe informações úteis e práticas para você? Se gostou, compartilhe nas redes sociais. 

Fonte: https://saaslist.com/blog/creating-email-marketing-campaign/

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

0/5 (0 Reviews)

Analista de conteúdo e marketing da Accenda Digital

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *