Nesse artigo iremos aprender:

planejamento de mídia social

Ter sucesso nas mídias sociais é difícil hoje em dia, mas com um planejamento de mídia social isso fica muito mais fácil – ou pelo menos é o primeiro passo para dar aquele start nas suas redes sociais. 

Existem literalmente milhões de contas compartilhando bilhões de tweets, postagens e mensagens para seus seguidores todos os dias. Desde grandes empresas, organizações sem fins lucrativos até contas pessoais, o número de contas de mídia social cresce todos os dias.

Para se ter uma ideia, o Facebook lidera o ranking como a mídia social mais acessada. O Facebook tem 2,23 bilhões de usuários desde sua criação em 2004. O ápice foi entre 2017 e 2018 que alcançou 223 milhões de novas contas cadastradas. Só no Brasil são 127 milhões de usuários conectados mensalmente. 

Outra rede social que apresentou crescimento é o Youtube que em 2018 registrou mais de 400 milhões de cadastros. Todos os dias mais de um bilhão de horas de vídeo são exibidas, sendo que 70% é através de dispositivos móveis.

O Instagram também não fica para trás. Essa rede social vem sendo muito acessada e já ultrapassa mais de 1 bilhão de usuários. 

O WhatsApp também é uma rede social e recentemente vem se tornando uma das mais acessadas. Em 2018 ela atingiu 1,5 bilhões de usuários. 

O Pinterest tem 250 milhões de usuários, o LinkedIn conta com 600 milhões de usuários e o Twitter possui mais de 300 milhões de contas ativas.

Conseguir atenção em meio a esse bombardeio de informações é desafiador. Existem vários fatores que tornam uma rede social bem-sucedida, mas existe uma coisa específica que todas as marcas de sucesso têm: um planejamento de mídia social claro.

Essas marcas não estão simplesmente postando aleatoriamente um GIF engraçadinho, compartilhando posts em datas comemorativas ou seguindo um monte de pessoas aleatórias sem estratégia nenhuma.

O planejamento de mídia social deve ser uma parte essencial da sua estratégia de crescimento, que inclui um calendário de conteúdo planejado, com ferramentas de automação e que sejam capazes de rastrear métricas de desempenho e muito mais.

Cada postagem que as marcas de sucesso compartilham é planejada com antecedência para maximizar seu sucesso nas redes sociais. E você também pode fazer isso!

Não sabe por onde começar? Neste artigo, mostraremos como criar seu próprio planejamento de mídia social do zero.

Tudo que você precisa é um pouco de criatividade, foco e vontade de melhorar seu marketing digital.

Vamos começar!

Etapa 1: Avalie suas estratégias e táticas sociais atuais

Antes de começar a criar seu novo plano de mídia social, dê uma olhada no que está funcionando e o que foi benéfico para sua empresa anteriormente. 

Às vezes, as pessoas se empolgam e entram no processo de planejamento sem ter tempo para refletir. No entanto, essas informações são muito importantes para evitar que sua marca cometa os mesmos erros.

Pode parecer um pouco massante analisar inúmeros gráficos, postagens e engajamento nas mídias sociais e até por isso muitas pessoas simplesmente ignoram. Porém, o risco é que ao fazer às pressas, sem análise, depois de alguns meses você perceba que sua estratégia falhou e você perdeu tempo.

Primeira coisa que deve fazer é tentar responder todas essas perguntas abaixo: 

  • O que está funcionando?
  • Quem é o seu cliente ideal?
  • Sobre o que eles conversam?
  • Qual é canal que mais usam?
  • Onde você deve concentrar seus esforços?
  • Onde existem oportunidades de crescimento?
  • Quais plataformas não estão funcionando?
  • Quanto esforço você está desperdiçando?
  • O que seus concorrentes estão fazendo?

Qualquer empresa ou organização deve ser capaz de responder a essas perguntas. E, confie em mim, essas respostas criarão uma base sólida na qual seu novo plano de mídia social se baseia.

Saber qual é a sua marca e como você alinhará suas mensagens de acordo é um dos aspectos mais poderosos do marketing de mídia social.

Analisar sistematicamente suas contas de mídia social também ajudará você a descobrir onde estão as melhores oportunidades. 

Se você perceber que uma mídia social, como o Instagram, por exemplo, tem mais sentido para a sua marca e gera mais engajamento, você pode procurar concentrar seus esforços nessa rede social, ao invés de atirar para todos os lados. 

Esses insights ajudarão você a definir metas mensuráveis ​​em seu plano de mídia social. Pressupostos nunca são úteis e geralmente acabam prejudicando sua empresa. Considere que quanto mais informações você tiver, melhores decisões você irá tomar.

Etapa 2: defina algumas metas alcançáveis ​​para seu planejamento de mídia social

Depois de analisar o desempenho passado, é hora de definir algumas metas para o futuro.

Note que destaquei “metas alcançáveis” no título da etapa 2. Isso porque, de nada adianta, pensar em metas que são muito fora da realidade. Por exemplo, se você tem pouquíssimo engajamento nas suas redes sociais nos dias atuais, certamente não adianta colocar como meta obter 10 mil curtidas na sua página em um prazo de um mês.

As metas precisam ser realistas e baseadas no foco principal que procura atingir, sejam seguidores, menções, engajamento ou outra métrica importante para a sua empresa. Após definir o objetivo, prazo para alcançar isso e quantidade, você poderá direcionar melhor as estratégias.

Na Accenda Digital, estabelecemos algumas metas antes de iniciar qualquer novo projeto. Não criamos apenas uma métrica de crescimento aleatório e tentamos atingi-la. Ao invés disso, usamos os resultados, indicadores e métricas de ações passadas como um norteador para o futuro. 

Uma estratégia de mídia social bem pensada e estruturada deve ser objetiva, mensurável, alcançável, relevante e ter um prazo estabelecido.

Confira esse exemplo de estratégia abaixo!

Objetivo: Crescimento do número de seguidores do Instagram

Mensurável: Acompanhamento de novos seguidores da página 

Alcançável: Crescimento de 30% em uma página de 66 mil seguidores (deve ser realista e fazer sentido para a sua marca). 

Relevante: A sua persona está no Instagram e está alinhada com os objetivos da empresa

Prazo: Pode ser alcançada em 30 dias e acompanhada semanalmente.

Eu recomendaria o uso dessas diretrizes para criar mais 2-3 metas de mídia social.

Etapa três: divida as metas por ordem de prioridade e defina métricas rastreáveis

Agora que você definiu algumas metas alcançáveis, é necessário dividi-las.

Essa divisão pode ser feita organizado as tarefas que devem ser feitas para chegar a esse objetivo. Precisam ser ações relevantes e possíveis de serem monitoradas. Caso contrário, você estará lançando ideias e produzindo sem conseguir fazer o acompanhamento.

De fato, ter um processo bem definido é a espinha dorsal de qualquer bom planejamento de mídia social ou de marketing.

Aqui na Accenda publicamos posts semanalmente:

É importante criar copys diferentes e testar quais geram mais engajamento. Procure variar também os horários de publicação e ver qual surte mais resultado. Outra dica muito importante é contar com uma ferramenta de gestão de mídia social para programar as postagens e com relatórios para acompanhamento.

Aqui utilizamos o Mlabs, que nos oferece recursos bacanas de automatização.

O que fazer?

  • Pesquise seus concorrentes e o que eles estão fazendo nas mídias sociais.
  • Crie uma programação de postagem que coincida com publicações no blog, lançamento de produtos, promoções, eventos e outros planos em andamento.
  • Pense em como usar mais cores e o logotipo da sua marca nas publicações.
  • Entre em contato com 10 influenciadores digitais e busque parcerias para trazer mais visibilidade online. 

Aqui estão algumas experiências que você pode implementar para ajudar a aumentar a quantidade de seguidores:

Depois de traçar todas as tarefas, é hora de atribuir para sua equipe. É legal envolver o máximo de pessoas possível, para que seu time esteja todo trabalhando junto para atingir uma meta. Importante definir bem quem cuidará do que para responsabilizar a equipe. 

Etapa quatro: crie um calendário de postagem ou meta em seu plano de mídia social

Depois de descrever todas as suas tarefas e experiências, é hora de agendá-las. Leve em consideração os melhores horários para publicar nas mídias sociais, isso provavelmente exigirá alguma pesquisa prévia para descobrir que horário seu público está mais ativo. Outra ideia é analisar os relatórios de meses anteriores para ver quando se dá os picos de curtidas e interações. 

Esse cronograma pode ser mais amplo ou ser muito específico e abordar postagens individuais nas redes sociais.

O bacana de ter metas mais amplas é colocar seu time a bordo do objetivo maior, mas se atentando para contribuições menores e diárias para chegar lá. 

Depois de ter seu fluxo de trabalho de divulgação nas redes sociais bem definido, pode valer a pena procurar algumas ferramentas de gerenciamento de mídia social para ajudá-lo.

Etapa 5: revise o planejamento de mídia social e veja se tem consistência

Você chegou à etapa final e mais fácil de todo planejamento de mídia social.  Nesta etapa, vamos pegar todas as informações das etapas anteriores e revisar para ver se tem consistência.

Visualizar seu plano de mídia social é benéfico para qualquer empresa para ter uma visão geral do negócio. Apresente à sua equipe, explique qual o foco das mudanças, informe também quais métricas vocês usarão para medir o sucesso e comece a implementar! 

Bônus: Persona para redes sociais

Talvez uma das etapas mais importantes na hora de criar o plano de redes sociais da sua empresa é ter uma persona

Ter uma persona definida ajuda a traçar toda sua estratégia, pois identifica melhor quem é o público com o qual você está se comunicando. A sua persona para mídia social pode ser mais básica, envolvendo apenas os canais que ela costuma acessar mais ou uma mais detalhada –  que é o mais indicado – que fale sobre interesses, gênero, condição social, educação, etc. Algo desse tipo:

Fernanda tem 32 anos, é casada, formada em Direito e trabalha em um escritório de advocacia. Tem salário de R$ 6 mil e vive em Bragança Paulista/SP. Adora se exercitar, correr ao ar livre e leva uma vida saudável. Pratica trilhas e anda de bike ao ar livre nos finais de semana. No seu tempo livre gosta muito de ler e sonha em viajar o mundo. Adora pets, tem um gato de 4 anos chamado Jonas. Está com a ideia de abrir um escritório próprio na sua cidade, mas tem dúvidas e medo de arriscar.

Sabendo com quem você está falando e o que ela procura, suas dores, objetivos e sonhos, você poderá nortear melhor suas campanhas digitais. 

No plano de mídia social considere também colocar informações gerais sobre missão, visão e valores da empresa para trazer um panorama completo. Isso garantirá que sua equipe permaneça focada durante toda a campanha de mídia social. 

Qual rede social é melhor para a minha empresa?

A escolha da mídia social irá nortear toda sua estratégia, como o conteúdo e o tom de voz ideal para aquele canal. O objetivo principal do marketing de mídia social é colocá-lo em contato com seu público-alvo, portanto, não é aconselhável escolher uma plataforma aleatória em que seu público não esteja presente.

Então, a escolha da melhor rede social para sua empresa depende de onde seu público está e de qual seu propósito como empresa. Veja as dicas abaixo que podem ajudar a decidir, lembrando que você pode escolher duas ou mais redes sociais para engajar, desde que façam sentido para o seu negócio. 

Estar em todas as mídias não significa necessariamente que terá mais visibilidade. Na maioria das vezes é melhor concentrar seus esforços em mídias específicas do que criar postagens aleatórias para todas as redes. 

Qual rede social escolher para minha empresa?Facebook Fortalecimento da marca e divulgação do negócioTwitterPesquisa de mercado e foco no atendimento ao clienteLinkedInIncentivar o networking e melhorar a comunicação corporativaYoutubePromover sua marca e aumentar tráfego do sitePinterestExpor seus produtos e potencializar vendasInstagramEngajar e expor seus produtos com apelo visual 

Para te ajudar ainda mais segue uma explicação detalhada de cada rede social: 

Facebook: Esta é de longe a maior plataforma. A maior parte das pessoas entre 25 e 54 anos está conectada nessa rede social. O Facebook é indicado para geração de leads, e sua plataforma de publicidade pode ser altamente personalizada para atingir objetivos muito específicos. 

O Facebook também é uma boa plataforma para criar relacionamentos, mostrar o lado humano do seu negócio e transformar leads em seguidores e clientes fieis. Muitos tipos diferentes de conteúdos são apropriados para o Facebook, mas a chave é o conteúdo que mostra um lado diferente da sua empresa. O Facebook (e o Twitter) são excelentes para atingir um grande número de pessoas, mas é importante lembrar que também há muita concorrência.

Twitter: O Twitter é a plataforma ideal se sua empresa se preocupa com o imediatismo e se você deseja alcançar os seguidores com notícias quentes, anúncios, mensagens importantes e outras informações do momento. A maioria dos usuários do Twitter tem menos de 50 anos, e o tipo de conteúdo que funciona melhor nessa plataforma é um conteúdo textual facilmente digerível, como artigos, listas e citações. As imagens têm melhor desempenho no Twitter do que o vídeo, mas o conteúdo baseado em texto ainda é o melhor.

LinkedIn: o LinkedIn é normalmente a plataforma preferida para negócios B2B e, principalmente, o melhor se o seu objetivo é gerar leads. Essa também é uma plataforma ideal para conteúdo editorial e pode ajudá-lo a ganhar mais autoridade para sua marca e envolver leads por meio de conversas. A maioria dos usuários tem entre 30 e 49 anos.

Pinterest: as imagens são o foco principal do Pinterest, e essa plataforma é ótima se você procura impulsionar as vendas, já que mais de 90% dos usuários planejam compras usando a plataforma. Se sua empresa é da área de decoração, arte, moda, gastronomia, viagens ou casamento, essa rede social é indispensável para oferecer um apelo visual mais forte e ganhar os olhos do seu público através de belas fotografias autorais. 

Instagram: O Instagram, como você já pode imaginar, é uma rede social que atinge um público mais jovem. Se sua empresa tiver um público na faixa de 15 a 40 anos, essa rede social talvez seja a mais indicada. Lembrando que sua empresa precisa ter algum apelo visual para produtos, caso contrário, a divulgação pode não surtir muito efeito. O objetivo aqui é menos texto e mais fotos e chamadas atrativas. 

Conclusão

É isso aí! Obviamente, você pode expandir qualquer uma dessas seções para atender às suas necessidades, mas cada plano de mídia social deve incluir essas etapas. 

As redes sociais são ferramentas indispensáveis para qualquer empresa que procura se sobressair frente à concorrência, melhorar a reputação da marca, aumentar a interação e engajamento com seu público e amplificar sua visibilidade online. 

Além disso, a rede social pode suportar outras estratégias, uma vez que ao encontrar novos leads você aumenta as chances de vender mais e também aumenta os acessos do seu site ao linkar páginas de blog ou serviços/produtos. 

Veja também outros conteúdos:

Fonte: https://venngage.com/blog/social-media-plans/
https://digitalmarketinginstitute.com/blog/which-social-media-platforms-should-you-use-for-your-business

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

0/5 (0 Reviews)
0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *