Tomar decisões desesperadas sem estratégias de negócios, pensadas e aplicadas na realidade atual podem levar a mais crises nas empresas. 

Quando a pandemia provocada pelo coronavírus levou a bloqueios e restrições que desaceleraram drasticamente os negócios e interromperam as cadeias de abastecimento, muitas empresas foram forçadas a fazer cortes financeiros.

Mas, nem todos os cortes no orçamento são iguais, dizem os especialistas, e as empresas que estão tomando decisões estratégicas pensando na sua base de clientes e consumidores provavelmente se sairão melhor do que outras.

Em alguns casos, pode ser o momento de investir em novas oportunidades. Confira algumas estratégias de negócios para ter sucesso durante a pandemia e sair mais fortes do que nunca.

1- Faça cortes estratégicos

Durante uma crise, pode ser tentador para os líderes empresariais adotar uma abordagem radical de corte de custos. Muitas vezes as organizações adotam uma abordagem abrangente ao reduzir os custos, do tipo reduzir cada orçamento em 2%, ou cada região em 5%. 

Porém, cortar recursos arbitrariamente sem olhar para todas as consequências não é a coisa certa a fazer. Em vez disso, as empresas precisam tomar decisões estratégicas de corte de custos com base nas necessidades de mudança de seus clientes. 

Por exemplo: As companhias aéreas ao redor do mundo todo demitiram milhares de funcionários, porque provavelmente levará vários anos para que o setor se recupere. Mas, muitas outras indústrias vão voltar mais cedo e não exigem uma redução tão maciça na mão de obra.

Uma área razoável a ser cortada é o setor imobiliário, já que muitos funcionários estão trabalhando em casa e as empresas perceberam que podem ter o mesmo sucesso remotamente.

2- Continue inovando

As empresas têm muitas oportunidades agora de experimentar coisas novas que as ajudarão a ter mais sucesso à longo prazo. Não é arriscado inovar agora, o arriscado é permanecer fazendo as mesmas coisas de antes. É preciso sair da zona de conforto. Esse é o momento de arriscar. 

A Cubewise, por exemplo, uma empresa global que implementa software de planejamento e orçamento para clientes, criou novas estratégias de negócios e assumiu novos projetos durante a pandemia.

A empresa não dispensou funcionários, apesar da desaceleração dos negócios. Foram utilizados funcionários que estavam “na bancada” e investiu-se na construção de novas soluções, aproveitando a experiência existente em torno de relatórios e planejamento da cadeia de suprimentos. Agora, Cubewise formou uma nova unidade de negócios e está fazendo apresentações para clientes em potencial.

A Chipotle é outro exemplo de inovação. O restaurante abriu seu primeiro restaurante digital neste mês e todos os clientes devem fazer o pedido online em vez de interagir com os funcionários da linha de serviço.

Eles estão financiando as pessoas certas internamente na Chipotle para pensar em inovação em um momento em que outras empresas do setor de restaurantes estão apenas tentando manter seus custos sob controle.

Empresas como as que trabalham com design ou pesquisa farmacêutica deveriam usar a desaceleração como uma chance para aumentar a qualificação dos trabalhadores. Essa é a oportunidade ideal para aprimorar o conhecimento e as competências dessas pessoas. 

3- Mantenha os clientes informados

Haycarb PLC, uma empresa de capital aberto com sede no Sri Lanka que responde por cerca de 16% do fornecimento global de carvão ativado de casca de coco, não viu uma diminuição na demanda.

Isso ocorre em parte porque a demanda por carvão ativado geralmente é à prova de recessão. Ele está sendo amplamente utilizado na mineração de ouro, cujo preço aumentou durante a pandemia, à medida que os investidores buscam o metal precioso como um refúgio mais seguro.

Mas, as interrupções na cadeia de abastecimento levaram a problemas significativos e aumento dos custos operacionais.

Portanto, a empresa aumentou seus preços – mas não sem antes informar os clientes sobre os aumentos com antecedência. Os líderes da empresa conversavam com os clientes trimestralmente para mantê-los informados sobre o que estava acontecendo.

A empresa explicou que a mudança era necessária para manter a cadeia de abastecimento intacta no futuro. A maioria dos clientes aprecia a confiabilidade do fornecimento durante a pandemia.

Haycarb não dispensou trabalhadores e apenas o presidente e o diretor administrativo tiveram cortes de pagamento.

4- Simplifique processos

Uma das dicas mais valiosas quando pensamos em estratégias de negócios em momentos de crise é a simplificação de processos. Quando as empresas precisam cortar custos, uma reação comum é adicionar mais processos e burocracia. Eles podem introduzir novos requisitos de pré-aprovação para gastos com viagens ou tecnologia.

Entretanto, tais medidas podem retardar as coisas desnecessariamente. Todos esses controles restringem a capacidade da organização e tornam tudo lento, com capacidade reduzida de evolução.

As empresas devem permitir aos gerentes, flexibilidade suficiente para fazer o que sabem de melhor.

A empresa Haycarb mudou para um processo de aprovação eletrônico. Parte dessa decisão foi baseada na necessidade – menos pessoas fixas em escritórios administrativos – mas também permitiu que a empresa se movesse mais rapidamente.

A empresa ofereceu aos gerentes de fábrica mais poder, como é o caso de aprovações urgentes que podem ser feitas por meio de ligações telefônicas com o presidente ou conselho da empresa.

Isso tudo para fazer com que a empresa permaneça competitiva e evite processos complicados e demorados que só impactam negativamente nos negócios. A tomada de decisões deve ser rápida para ser eficaz. 

5- Se preocupe menos e aprenda lições valiosas

Quando a pandemia começou, muitas empresas foram pegas de surpresa e muitas iniciativas foram encerradas. 

Agora, as empresas estão adotando uma abordagem diferente conforme os casos de COVID-19 aumentam novamente em grande parte do mundo. Os tomadores de decisões estão lidando com mais maturidade e criando estratégias de negócios mais condizentes com o momento atual. 

Muitas empresas visionárias estão enxergando esse momento como uma oportunidade para adquirir recursos inteligentes, pessoas inteligentes.

Aprender lições valiosas durante a pandemia é fundamental. Em Haycarb, o presidente disse que gostaria de ter mais uma ou duas fábricas para aumentar a capacidade excedente em situações como essas.

É exatamente em situações como essas que os profissionais de finanças e marketing devem estar na vanguarda para alcançar resultados expressivos.

Confira outros artigos do blog relevantes para esse cenário:

E a sua empresa, o que está fazendo para não só sobreviver à pandemia, mas se sobressair? Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos empreendedores.

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

0/5 (0 Reviews)
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *