Descubra como e por que os mecanismos de buscas podem usar links e algumas das melhores práticas para construí-lo.

Este artigo lhe dará uma visão geral de como os mecanismos de busca podem usar links e quais são as melhores práticas para construí-los hoje, na minha opinião.

O objetivo é te fornecer uma base para que você possa entender melhor como os mecanismos de busca podem usar links e quais podem ser as melhores abordagens.

Razão pela qual os mecanismos de busca usam links

Tempos atrás, os mecanismos de busca utilizavam apenas o texto de uma página para classificá-la. No entanto, os editores da web começaram a adicionar palavras-chave para ajudar na classificação.

Porém, pelo fato de nem todas as páginas ranqueadas serem relevantes, isso muitas vezes resultava em uma experiência ruim ao usuário.

Foi aí que pesquisadores de recuperação de informações começaram a trabalhar em novas maneiras de identificar páginas da Web relevantes, principalmente por meio dos links.

Os engenheiros de busca perceberam que as melhores páginas da web tendiam a acumular links. Quanto mais links um site tinha, mais importante ele tendia a ser. Por outro lado, quanto menos links um site acumulava, menos importante ele era considerado.

Os links eram (e continuam a ser) contados como votos.

Os mecanismos de busca modernos usam uma combinação de inteligência artificial, aprendizagem de máquina, links e análise de páginas para classificar sites.

Uma mudança importante que ocorreu na forma como os sites são ranqueados foi que, somente os links mais relevantes começaram a ser contados na classificação.

O objetivo é contar os links que são significativos para o conteúdo ao qual estão vinculados.

Sem querer complicar, mas também existe uma coisa chamada de Link Rank, que é um método para classificar os próprios links e que permite medir a popularidade e a relevância com mais precisão.

Links pagos e não resultantes de uma decisão editorial tendem a não serem contados.

Os mecanismos de busca continuam usando links como forma de medir a popularidade e a autoridade. No entanto, não basta apenas construir links para garantir boas classificações.

Como os editores da web empregaram vários esquemas para aumentar o ranqueamento, os mecanismos de busca programam seus algoritmos para ignorar links artificiais (exemplo: guest posts) ou links não relevantes (de autoria).

Os links nem sempre influenciam efetivamente na melhora da classificação

Links não são, necessariamente, o fator de classificação mais importante.

Até que ponto os links ajudam a classificar os sites é uma questão em aberto que não pode ser respondida. O que se sabe é que os links continuam desempenhando um papel significativo para o ranqueamento.

Fatores como a precisão com que uma página satisfaz a pesquisa do usuário, desempenham um papel cada vez mais importante.

Assim, uma página da Web com muitos links pode ser considerada importante, porém ainda não estar no topo das páginas de busca por não atender às necessidades de informação do usuário.

Um exemplo disso é a pesquisa pelo termo “Jaguar”.

• Nos EUA, os dois principais resultados são os sites dos EUA afiliados ao fabricante de automóveis.

• No Reino Unido, os três principais resultados são afiliados às versões britânicas do site do fabricante.

Links como medida de importância e relevância

O processo de redução da influência de links não relevantes vem acontecendo desde quase o início do uso de links para fins de classificação.

O objetivo é filtrar links artificiais ou não relevantes para poder criar um mapa de toda a web, composto por links genuínos que sejam úteis, importantes e que contenham várias palavras-chave (Reduced Link Graphs).

Os mecanismos de pesquisa usam links como forma de:

• Julgar se uma página da web é importante.

• Entender a qual tópico a página da Web pertence.

• Identificar spam.

Esses julgamentos são usados ​​para ranquear ou não as páginas.

Exemplos de como os links comunicam a importância

Links de sites importantes podem ser um sinal de que uma página é relevante para determinado tópico.

• Uma grande quantidade de links em um site inteiro pode indicar que ele é importante.

• Uma página da Web que está ganhando links rapidamente porque resolve um problema de uma forma efetiva e que empolga os usuários, pode começar a ter uma melhora na classificação para que mais pessoas possam descobri-la.

• Uma página que não ganha links há muito tempo pode ser considerada antiquada e ultrapassada porque os usuários não se sentem mais entusiasmados com o conteúdo.

Links como um sinal de validação

Como mencionado anteriormente, os sites não são classificados por ordem de quais possuem mais links. Os mecanismos de pesquisa os classificam com base na utilidade para a maioria dos usuários.

Os links são usados ​​para criar candidatos de páginas da Web que são, posteriormente, submetidos a outros processos algorítmicos que determinam se eles são, de fato, os mais úteis.

Os links são importantes para todos os editores da web porque continuam sendo uma das maneiras pelas quais um site se torna “digno” de consideração.

Os mecanismos de busca estão cientes de que novos sites tendem a não ter muitos links, mas até ganhá-los e se tornarem populares entre os usuários, esses sites não podem ser classificados por palavras-chave que atraiam mais tráfego.

Assim, é importante criar páginas da web que os visitantes do site achem úteis e gostem o suficiente para recomendar a um amigo.

Um site que é capaz de cultivar o entusiasmo boca a boca será capaz de construir links espontâneos de outros sites. Esse é o padrão ouro dos links. É um meio de promover um site, que eu chamo de Cultivating Links (links cultivados).

Cultivating Links é um processo que se concentra na criação de páginas úteis que resolvam problemas dos usuários.

Uma necessidade recorrente, por exemplo, é adquirir sapatos de inverno. Desta forma, um site que faça o processo de compra desses sapatos de forma que entusiasme e satisfaça os consumidores vai gerar indicações boca a boca que, por sua vez, irão gerar links espontâneos.

Uma boa experiência de usuário que construa links espontâneos pode ser baseada no valor da marca, preços baixos, envio rápido, facilidade de fechar uma compra, etc.

Se você construir links, o Google irá ranqueá-lo?

É claro que uma pequena promoção para divulgar um site é importante. Assim como no mundo real, a construção de um negócio só começa quando as portas se abrem e somente o tráfego de pedestres não sustenta um negócio!

Criar um plano para construir links e construir conteúdos conscientes para o site é uma parte fundamental para se obter uma bem-sucedida presença na web.

Resumo dos fundamentos do link

• Os links informam aos mecanismos de busca que seu site é importante.

• Links podem ser um sinal de relevância para palavras-chave.

• Nem todos os links são úteis para fins de classificação.

• Os melhores links são fornecidos gratuitamente por sites relevantes.

• Um plano para cultivar links pode ser útil para construir um site de sucesso.

O que é spam de links

Definição de spam na Web

“Spamming na Web refere-se às ações destinadas a enganar os mecanismos de buscas e dar a algumas páginas uma classificação mais alta do que elas merecem.” –  trecho traduzido de ”Web spam taxonomy” por Zoltan Gyöngyi, PhD (Google) e Hector Garcia-Molina (Professor, Stanford).

Definição de SEO do Google

“…facilite para os mecanismos de busca rastrear, indexar e entender seu conteúdo… você deve basear suas decisões de otimização no que for melhor para os visitantes do seu site.” – pesquisa no Google de Search Engine Optimization.

Como você pode ver, a definição de SEO do Google difere da versão que a comunidade de SEO acredita.

A interpretação do Google está focada na criação de um site que seja facilmente rastreado, fácil de ser indexado e de fácil compreensão pelos mecanismos de busca.

O conselho de construção de links é passivo, mas útil. Então é bom ler o que o Google tem a dizer:

“A promoção eficaz do seu novo conteúdo fará com que ele seja descoberto mais rapidamente por aqueles que estão interessados ​​no mesmo assunto. Vale lembrar que para a maioria dos pontos abordados nesse documento, levar as recomendações ao extremo pode acabar prejudicando a reputação do seu site.

…Colocar esforço na promoção offline de sua empresa ou site pode ser recompensador. Por exemplo, se você tem um site de negócios, certifique-se de que seu URL esteja listado em seus cartões de visita, papel timbrado, pôsteres, etc.”

Isso não é muito para trabalhar. Mas é um bom começo.

Como evitar problemas de spam de links

Algumas das piores ideias ficam ótimas no verso de um guardanapo de papel. Os exemplos vão desde “divulgar” registrando-se em fóruns de discussão para anunciar uma oferta de brinde até deixar links nos comentários do blog.

Em geral, um link controlado por sua empresa ou seu agente pode ser considerado spam.

O resultado de práticas ruins de construção de links pode diminuir a posição o ranqueamento de seu site. Na melhor das hipóteses, nada acontece com seus rankings porque os links não contam.

Mas se você perceber que suas posições no ranking começaram a declinar, isso pode significar que essas práticas estão sendo consideradas ruins

Construir links internamente é uma maneira de algumas empresas manterem o controle sobre o processo. Este pode ser considerado o método mais seguro para construir links, desde que você tenha uma estratégia de construção de links de qualidade.

Visão geral do Link Building: Marketing de conteúdo

Dependendo de como é feito, o marketing de conteúdo pode ser um eufemismo para link building – e eu concordo até certo ponto.

Quando mal executado, assemelha-se a uma campanha de links pagos que utilizam redes de sites e redes de autores que aceitam dinheiro para contribuições de artigos.

Há uma forte indústria de autores especializados em colocar artigos em publicações autoritárias.

Estritamente falando, esses esquemas de links são arriscados. Eu não apoio esses tipos de esquemas.

Aqui está uma visão importante sobre marketing de conteúdo: a criação de conteúdo com o objetivo de construir tráfego é uma das maneiras mais inteligentes de cultivar links espontâneos.

Em vez de se concentrar em obter links do próprio artigo, crie um conteúdo que se concentre em direcionar o tráfego para o site da sua empresa. Os links são atribuídos como ‘nofollow’ se forem publicados em um site que não é seu.

Qualquer conteúdo que é bom o suficiente para direcionar o tráfego orgânico é bom o suficiente para criar links de entrada de alta qualidade.

Estratégias virais de Link Bait

Feita corretamente, uma estratégia de Link Bait que se concentre em um tópico relevante de interesse para os visitantes regulares do seu site, produzirá links de alta qualidade.

O melhor tipo de estratégia gira em torno da criação de um conteúdo útil que os clientes em potencial compartilhariam nas mídias sociais. Isso é o que eu chamo de Relevant Content Baiting (isca de conteúdo relevante).

Qualquer estratégia que não seja relevante e se concentre em um truque ou humor pode acabar atraindo visitantes que não se importam de saber sobre ​​o produto da sua empresa e nunca mais voltarão ou se transformarão em uma venda.

Esse tipo de isca de link, na minha opinião, é irrelevante, pois as pessoas que acessam não têm interesse no produto principal em torno do qual o seu site gira.

Por exemplo, se o seu site for um restaurante de frutos do mar, localizado em Hilton Head – Carolina do Sul, e você realizar um concurso de fotos de peixes e ele se tornar viral, os links provavelmente não serão relevantes para o restaurante de frutos do mar. Eles serão relevantes para a página “concurso de fotos de peixes”.

Na minha opinião, devido a Hilton Head ser um destino turístico e o restaurante ser um negócio local, faria muito mais sentido construir links relacionados a viagens para atrair negócios turísticos de fora do estado, bem como criar citações locais para que o restaurante seja ranqueado na pesquisa local.

Na minha opinião, as estratégias virais de Link Building raramente são uma solução viável, a menos que o tópico esteja diretamente relacionado ao produto ou serviço.

Os mecanismos de busca podem classificar os links

Os mecanismos de busca, na minha opinião, baseados em várias patentes e trabalhos de pesquisa, classificam links relevantes de sites que também sejam relevantes e ignoram todo o resto.

Isso cria o que é conhecido como Reduced Link Graph – gráfico de link reduzido -. É um mapa da web, ordenado por tópico, com os sites de spam excluídos. O processo de classificação começa a partir daí.

Relação entre links e conteúdo

Para ranquear um site não é preciso apenas construir links. Aliás, o conteúdo é considerado o fator de classificação mais importante.

Se o seu conteúdo for útil, os links, com algum esforço promocional, começarão a se acumular.

Fonte: Traduzido de “Link Building Fundamentals”, com autoria de Roger Montti, publicado em 28 de abril de 2020. Disponível em: https://www.searchenginejournal.com/link-building-guide/link-building-fundamentals/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *